Como ler as etiquetas de uma embalagem de óleo para motor?

Como ler as etiquetas de uma embalagem de óleo para motor?

Abril - 2018

Números, letras, logótipos… As embalagens de lubrificantes contam-lhe muitas coisas. A Total ajuda-o a compreendê-las.

É capaz de ler o livro Guerra e Paz, mas não entende nada do que está escrito numa lata de óleo para motor? Não se preocupe. É normal que não esteja familiarizado com certos conceitos. Por sorte, na Total sabemos muito sobre lubrificantes para automóveis e queremos que você também compreenda tudo o que está relacionado com estes produtos.
As etiquetas das embalagens de lubrificante para motor apresentam informações em forma de siglas, números e até mesmo selos que o fabricante proporciona a todos os utilizadores.

Etiqueta frontal
Na parte frontal da embalagem, a primeira coisa que nota é o logótipo do fabricante e o nome do produto. Além disso, encontrará um código e referências ao tipo de lubrificante que ela contém, isto é, se é mineral ou sintético.

O código (por exemplo, 5W-40) refere-se à SAE do óleo, que é a informação mais interessante porque é a que se encontra no livro de manutenção do veículo.

Nesse livro de manutenção, o fabricante do automóvel indica as características do óleo que deve ser utilizado no seu motor. Por isso, convém que escolha sempre um lubrificante de qualidade, cuja informação coincida com a que o fabricante do veículo recomenda.

Etiqueta traseira
A etiqueta situada na parte traseira da embalagem contém mais informações:
Zona de especificações: aparecem aqui as homologações do produto ou os níveis. Uma homologação implica que o produto cumpre as necessidades do fabricante do veículo, e que este o aprovou, isto é, que proporcionou uma carta em que reconhece que o óleo satisfaz as necessidades do motor. Esta carta é conseguida quando o lubrificante passa em todos os ensaios e testes que a marca do automóvel exige para satisfazer todos os seus requisitos para determinados motores. Se, em contrapartida, na etiqueta ler “nível“, isto indica que o produto não conta com a carta de homologação, pelo que o fabricante do óleo é quem faz a recomendação de utilização nessa marca de automóveis.

Zona de recomendação de utilização: nesta parte são apresentadas indicações sobre o uso do lubrificante, intervalo de mudança de óleo, tipos de motores, etc. Em alguns casos também pode registar informações de segurança.

Logótipos: na parte inferior da etiqueta verá alguns selos. Um deles indica a capacidade da embalagem e garante a quantidade de óleo que está dentro da lata. Outro logótipo expressa que o recipiente é reciclável, e outro que o fabricante do óleo aderiu ao sistema SIGAUS (em Espanha) de recolha de óleo usado.

Informações adicionais: as embalagens de óleo Total também incluem o endereço da Internet (www.total.pt para Portugal), onde poderá encontrar informações adicionais sobre o produto ou a empresa se necessitar. Finalmente, verá o código de barras do produto.

Depois de dadas estas informações, quais as informações que mais lhe interessam ao comprar uma lata de óleo para motor? Basicamente, as que se referem à SAE do produto e às suas especificações. Graças a elas, poderá saber se o lubrificante é adequado para o seu veículo, comparando simplesmente o seu conteúdo com o que o fabricante do automóvel indica no livro de manutenção.

Por exemplo, se uma lata indicar SAE 5W-40 e a norma PSA que este produto cumpre (Quartz 9000 5W-40), isso significa que este produto poderá ser utilizado, por exemplo, em automóveis Citroën ou Peugeot diesel sem filtro de partículas (FAP). Também poderá ler nas etiquetas que a embalagem é reciclável e o óleo usado pode ser depositado nos pontos verdes, se for um particular, ou ser retirado por profissionais da recolha de óleo usado, pelo facto de ter aderido ao SIGAUS (em Espanha) e SOGILUB (em Portugal), se for um profissional de uma oficina.

Não se esqueça de que deve apostar sempre em produtos de qualidade contrastada e adequados para o motor do seu veículo, para conseguir fazer com que ele se comporte como no primeiro dia durante muito mais tempo.

Partilhe nas redes sociais:

0 comentarios

Também lhe pode interessar: 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *